domingo, 18 de abril de 2010

Crónicas de um Baptizado #6

E a conversa ontem não correu nada bem. Mesmo!
Vi-me perante uma figura de extrema arrogância, prepotêcia, de um altruísmo capaz de fazer os mais calmos, ficarem de nervos em franja.
Num período tão conturbado da História da Igreja Católica, alguma humildade e prudência seriam recomendadas, especialmente nas palavras e na atitude.
Adoptei uma postura naive inicialmente, mas rapidamente extrapolei...
Enfim!


7 comentários:

Aline disse...

Que chatice. E experimentares noutra paróquia? Onde moram os teus pais,por ex. Às vezes, mais vale.

Aline disse...

É... eles têm a mania!!
O padre da minha área de residência, quer que os padrinhos sejam crismados, que por acaso até são e os pais também mas não somos, então faz-nos assinar uma declaração em como vamos fazê-lo! Por isso ainda não decidimos se vamos baptizar o Afonso ou não!
Já quando fui madrinha dos meus dois afillhado assinei a tal declaração. Assinei mas não dizia quando é o que o iria fazer! :)
Enfim!! E é assim que querem chamar mais pessoas à igreja!
Beijinhos e boa sorte nos preparativos do Baptizado e do 1º Aniversário da Estrela-do-Mar!
Aline e Afonso

Lisa disse...

por isso é que a igreja catolica tem cada x menos seguidores, a mim metem-me nojo com tantos preconceitos e picuices, vivem de luxo ... e aparencias!

Eu não sou apenas Eu... disse...

Sou católica, o meu marido não. Decidimos não batizar os nossos filhotes e o que tive em conta fora as religiões foi o facto do que teria que batalhar para batizar o meu filho sendo o pai não católico e não sermos casados pela igreja. Cada vez mais vinco a ideia de que sou católica acredito em Deus e em algo que nos ajuda (fé) e nos guia, mas na igreja... cada vez me desiludem mais... acham-se os donos do mundo, da razão e se não formos de encontro às suas ideias, já não temos direito à absolvição.. enfim é o que fazem do nosso mundo... Uma prima minha perdeu os seus bebés gêmeos quando nasceram às 28 semanas.. um faleceu às poucas horas de vida, a menina faleceu passado uma semana :( não acreditas nos problemas que teve para arranjar um padre que os batizasse ainda no hospital para o caso de acontecer algo ter direito a um funeral católico... fiquei de boca a aberta com o que soube e vi :( é muito triste agirem assim.. principalmente com 2 anjinhos!

Beijinhos e boa sorte para a concretização do baptizado como idealizas!

Sandra disse...

Não sou muito seguidora do blog, porque infelizmente, já fui alvo de um comentário menos feliz, mas... Hoje lembrei-me e estive a dar um olhinho no blog e a ver a evolução do teu menino do mar (espero que não me leves a mal estar a tratar por TU). Pelo que percebi residem na margem sul... Não sei se é a tua paróquia, mas o padre da Charneca é um padre bem flexível, ou pelo menos, era á uns tempos atrás, quando a minha prima baptizou os gémeos, nuns moldes pouco tradicionais, e a coisa conseguiu-se, e até foi bem giro.

posso explicar-te melhor onde é a igreja e tentas lá ir se te interessar.

Mais uma vez, espero que não leves a mal o post, mas realmente o Baptizado de um filho é algo importante e hoje em dia, há padres mesmo complicadinhos da cuca!


Locas (demaeparamae)

Starfish disse...

Olá meninas!

É verdade... a Igreja Católica tem muito que se lhe diga...
Obrigada pelas dicas!

Enfim!

Sandra, não sei a que comentário te referes?

Beijinhos a todas!
*

Sandra disse...

Starfish... não foi teu, não te preocupes ;)